Em linha com a minha natureza

Cuidar, uma vocação

Há missão mais notável do que cuidar do Homem, trabalhando para o bem-estar de todos? Perseguimos esta missão há mais de cinquenta anos por via do nosso compromisso, da Saúde à Beleza. Mais do que uma atividade profissional, trata-se de uma vocação que junta os nossos colaboradores em redor de um objetivo comum: ajudar cada um a sentir-se bem e a cuidar dos seus.

Empreender, um estado de espírito

Inovar e produzir em França, inovar em qualquer parte do mundo, inovar com respeito pelas nossas raízes, inovar com inspiração na natureza, inovar nos nossos modelos de parcerias... Esta inovação permanente ao serviço do paciente e do consumidor caracteriza-nos há mais de 50 anos. É por isso natural que incentivemos o desenvolvimento pessoal e as iniciativas individuais.

Respeitar, uma evidência

O crescimento do Grupo Pierre Fabre em França e nas filiais internacionais decorreu sempre de forma responsável, no âmbito de uma estratégia sustentável e respeitadora do nosso ambiente. Os nossos compromissos de RSE aplicam-se internamente e também face aos nossos clientes, fornecedores e à natureza que nos inspira. Todas as nossas ações, todas as nossas decisões são marcadas pelo respeito mútuo e tingidas com uma humanidade profunda. Deste modo, conjugamos os aspetos económicos com os éticos por via da nossa governação em França e das ações da Fundação Pierre Fabre.

Um projeto a levar a cabo em conjunto

Associar um projeto social a um projeto económico: era essa a visão do Sr. Pierre Fabre, fundador do Grupo.

No presente, perpetuamos esta ideia fundamental ao oferecer aos nossos colaboradores a possibilidade de investirem de uma forma muito concreta na vida da empresa, em especial, por via de um plano de participação dos colaboradores no capital dinâmico e duradouro.

Assim, em 8 países (Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Grécia, Itália, Portugal e Polónia), 9 em 10 colaboradores são atualmente acionistas do Grupo. A nossa organização em matéria de capital original permitiu que os nossos colaboradores entrassem no capital da Pierre Fabre SA e passassem a deter 7,8 %.